Valor X

Laudos e Cálculos Judiciais, Cálculos trabalhistas, Cálculos previdenciários, Cálculos Financeiros, Cálculos bancários, Cálculos Matemáticos

CONSULTORIA EM CÁLCULOS

LightBlog

Posts Recentes

16/03/2018

Curiosidades sobre Marie Curie que valem a pena



  Não é novidade os memes que rolam pela internet em nome de Marie Curie:

Sabemos que ela foi uma cientista inovadora: foi a primeira mulher a receber um prêmio Nobel e a primeira a pessoa a receber o prêmio duas vezes, em categorias diferentes! 

Para que você a conheça melhor, listamos aqui algumas curiosidades e fatos peculiares a respeito de sua vida

Ela foi educada em segredo

Marie Curie nasceu e cresceu em Varsóvia, Polônia, que na época era controlada pelo Império Russo. Ela estudou na Flying University, uma instituição secreta que educava mulheres e migrava de local se fosse necessário.
Nesta época, educação para mulheres na Rússia era ilegal.

Ela salvou muitas vidas

Suas descobertas (o rádio e o polônio) colaboraram para o desenvolvimento dos aparelhos de raio X, tão comuns para nossa medicina atual. Durante a Primeira Guerra Mundial, Marie levou aparelhos portáteis de raio X a campo para ajudar nos cuidados de soldados feridos. Também ensinou aos médicos como fazer o uso destes novos aparelhos.

100 anos depois, os cadernos dela ainda são super radioativos

Hoje conhecemos os perigos da radiação e temos ferramentas de chumbo para nos proteger da radioatividade. Mas na época de Curie, isso era novo e desconhecido. 
100 anos depois, seus cadernos e pertences se continuam contaminados por esta substância. Seus arquivos se encontram dentro de caixas de chumbo e para acessá-los, você precisa assinar um termo de responsabilidade.


Ela morreu em nome da ciência

Como os perigos da radioatividade eram desconhecidos nesta época, Curie não tomava nenhuma precaução. 
As exposições contantes à radiação a deixou com diversos problemas de saúde. Ela morreu aos 67 anos e as suspeitas da causa são leucemia ou anemia grave. Além disso, ela estava quase cega de catarata. 

Os jornais da época quase acabaram com a sua reputação

Após ter ficado viúva aos 38 anos, ela se envolveu com um ex-aluno de seu marido. Mas havia um problema: ele era casado. 
A esposa traída levou o caso aos jornais da época. A fofoca foi tanta que o comitê do Prêmio Nobel chegou a solicitar para Curie ficar na França em vez de ir receber o Prêmio Nobel na Suécia (o que pensariam de uma adúltera recebendo o prêmio do próprio rei da Suécia? Era o pensamento da época).
Seguindo um conselho do próprio Albert Einstein, Curie viajou a Suécia e recebeu seu segundo prêmio Nobel, além de sentar-se na mesma mesa que o rei da Suécia.

Sabia disso? Compartilhe com os amigos.
 

Gosta de curiosidades? Então veja também!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Novo Chat

   

Chat ao Vivo